Nosso cérebro está aprendendo coisas novas o tempo todo: seja enquanto estudamos, trabalhamos e até mesmo quando descansamos.

Dominar novas habilidades nem sempre é fácil, mas existem maneiras de acelerar o processo.

Jacob Bentzinger - Unsplash

Conheça neste artigo algumas dicas para você memorizar novas informações de um jeito mais fácil:

Como melhorar a memória


Para aprender mais, você não precisa ficar estudando 24 horas por dia.

Na verdade, é o contrário: você precisa manter um equilíbrio entre trabalho e lazer.

O sono e exercícios regulares são importantes não só para sua saúde física, mas também para o funcionamento do cérebro, melhorando a sua memória.

1 | Durma o suficiente


Você sabia que um adulto precisa dormir entre 7 a 9 horas por dia?

Ter um sono regular é importante para o bom funcionamento de todo o corpo, o que inclui o cérebro.

O neurologista e cientista Matthew Walker diz em seu livro "Por que Nós Dormimos: A Nova Ciência do Sono e do Sonho" que uma noite de sono antes de estudar renova a capacidade do cérebro em criar novas memórias. E dormir bem após o estudo ajuda a memorizar o conhecimento adquirido.

Dormir bem aumenta a capacidade de memorização de uma pessoa em 20 a até 40%!

Além disso, dormir é uma das maneiras mais importantes de preservar as memórias.

Então, se você está estudando para provas, ficar acordado até mais tarde não é uma boa ideia!

Leia também: 26 dicas para ter um bom sono alert-info

2 | Exercícios


Fazer exercícios é excelente para o cérebro, pois com ele, as células recebem mais oxigênio, o que ajuda o a construir novas conexões neurais.


Escolha exercícios aeróbicos de alta intensidade para memorizar informações mais rapidamente: eles trazem mais benefícios do que exercícios moderados.

3 | Estude na hora certa


Desde criança, acordamos cedo para ir a escola.

Mas especialistas acreditam que isto está errado, e que o horário das aulas deveria começar por volta das 11 horas da manhã.

O psicólogo clínico Michael Breus, conta em seu livro "O poder do quando: Descubra o ritmo do seu corpo e o momento certo para almoçar, pedir um aumento, tomar remédio e muito mais" que cada pessoa tem um momento ideal do dia para estudar:

Enquanto algumas pessoas aprendem mais das 10 às 14h, outros se dão melhor entre as 16 e 22h.

Breus não recomenda madrugar para estudar: segundo ele, das 4 as 7 da manhã, não absorvemos bem as informações.

Entenda seu corpo e descubra qual é o momento do dia em que você sente mais disposição para aprender.


Como memorizar novas informações rapidamente


4 | Faça anotações

Kelly Sikkema - Unsplash

Quando anotamos, interpretamos o conteúdo estudado.

Não existe um consenso de qual é a melhor maneira de fazer anotações, se é no caderno ou em um notebook:

Alguns estudos mostraram que os alunos que digitam em um notebook tentam anotar a aula toda, praticamente transcrever o que o professor fala.

Já quem anota no papel e caneta, precisa reformular as informações com suas próprias palavras, que traria maiores benefícios para o aprendizado.

Já outros estudos mostraram que os benefícios da escrita a mão não seriam tão relevantes.

Logo, o melhor método quem escolhe é você: seja digitando ou anotando, o importante é captar as principais ideias e conceitos, e não só transcrever a aula.


5 | Use o método da repetição espaçada


No fim dos anos 80, o psicólogo alemão Hermann Ebbinghaus começou a estudar a memória e descobriu a Curva do Esquecimento.

Segundo ele, após um dia, já esquecemos mais da metade do que estudamos, e depois de uma semana, só nos restam 20% das informações.

Para vencer isso, você precisa aplicar o método da repetição espaçada.

Você deve revisar o conteúdo aprendido em intervalos determinados. No início, os intervalos são menores, e vão ficando cada vez mais espaçados.

Muitas pessoas gostam de aplicar o método no formato 24/7/30:

  • A primeira revisão deve ser feita em até 24 horas
  • A segunda, em uma semana.
  • Por fim, em 30 dias, você deve revisar o conteúdo aprendido.

Assim, você consegue memorizar as informações novas e neutralizar a curva do esquecimento.

Para ajudar a aplicar a técnica, experimente usar flashcards: eles vão te ajudar a revisar o conteúdo estudado antes do momento de esquece-las.

Como usar flashcards na repetição espaçada

AnnasPhotography - Pixabay

Esta técnica é excelente para aprender novos idiomas e se preparar para provas e concursos!

Usando fichas pautadas, escreva de um lado da ficha uma pergunta, e no seu verso, a resposta.

É importante que você mesmo os escreva, pois isso já contribui no seu aprendizado, assim como colocar apenas uma pergunta e resposta por ficha.


Depois de escrever todos os seus flashcards, organize-os em uma pilha, volte ao primeiro, leia a pergunta e tente respondê-la. As que você acertar, separe em uma segunda pilha.

Quando for revisar a segunda pilha dos flashcards, que são aqueles que você acertou, se acertar novamente, separe em uma terceira pilha. Se errar, volte ele para a primeira pilha.

Quando todos os flashcards estiverem na terceira pilha, você terá fixado permanentemente esse conteúdo em sua memória!

Leia também: Esta técnica ajuda a manter o foco alert-info

6 | Explique para outra pessoa


Compartilhar conhecimento é a melhor forma de lembrar de coisas novas.

Ao falar o que aprendeu com suas próprias palavras, o cérebro entende melhor a informação e a organiza.

Para tornar isso ainda mais interessante, você pode usar diferentes métodos, como criar testes, jogos, vídeos e apresentações.

Criar um blog, uma conta no twitter, instagram ou um canal no Youtube para compartilhar este conhecimento só fará você aprender ainda mais!

Está gostando das dicas? Inscreva-se em nossa lista de email para receber artigos como este!


       

No nosso canal no Telegram, você encontra nossas novidades em tecnologia, desenvolvimento pessoal, produtividade, descontos e tudo mais o que nos interessa. Entre agora e não perca nada! alert-info


7 | Evite a multitarefa


Quem não pega no celular para responder uma mensagem ou olhar as redes sociais enquanto está fazendo uma tarefa?

Em algumas situações, poder fazer duas coisas ao mesmo tempo pode ser útil, mas na hora de estudar, o melhor é se concentrar apenas em uma coisa.

A multitarefa prejudica a eficiência, especialmente quando estamos tratando de algo complexo e desconhecido.

Levamos um tempo extra para alternar entre as tarefas. Fazer várias coisas ao mesmo tempo pode afetar negativamente a nossa memória de longo prazo.

Se você já fez algo, e não consegue se lembrar do momento em que o fez, pode ser que estivesse fazendo várias coisas ao mesmo tempo.


8 | Use técnicas mnemônicas


As técnicas mnemônicas ajudam a lembrar melhor as informações criando associações. Com certeza, você já se deparou com algumas destas técnicas.

Para se lembrar das cores do arco-íris, a palavra VLAVAAV: Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Anil e Violeta.

Ou para decorar os planetas do sistema solar, que são: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, você pode criar uma frase como: Minha velha traga meu jantar: sopa, uva e nozes.

Experimente criar uma música ou um poema, da informação que precisa aprender. Aposto que você sabe quais são os ingredientes de um Big Mac!

Leia também: 10 dicas para ser mais inteligente alert-info

Gostou destas dicas? Com elas, você vai memorizar tudo o que precisa, como se tivesse colado um post it no cérebro!

Deixe um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem