Use seu smartphone melhor e mais saudável com estas dicas!


Um novo hábito que eu tenho tentado criar e manter é evitar usar o smartphone algum tempo antes de ir dormir, e não usá-lo logo ao acordar.

A gente sabe que o smartphone tem tudo para nos manter entretido, ligados, pilhados... enfim. Ele não nos deixa entediado.

E as vezes, é bom estar entediado. É nessas horas que você pensa na vida, nos seus planos, nos seus sonhos.

Pois senão, que horas você vai parar para planejar sua vida? Não empurre-a, naquele mantra de deixar a vida lhe levar. Não seja conduzido, conduza!



Os cientistas, essas pessoas que estudam mais que nós, já mostraram que a luz branca que o celular emite deixa nossos cérebro mais excitado e com menos vontade de dormir e relaxar, e até quem não estudou sabe que uma boa noite de sono é mais que prazerosa, é necessária.

Claro que não é só com o smartphone: TV, computador, e até as luzes brancas de casa não deixam nosso cérebro descansar.

Você conseguiria ficar muito tempo observando uma luz branca? A gente não percebe, mas é o que fazemos direto. Veja essa imagem:


O cara desmontou o monitor, retirou um filtro polarizador que há lá dentro, e colocou em seus óculos, fazendo com que só ele consiga enxergar as imagens no monitor. Legal né? Ele ensina como fazer passo-a-passo aqui, mas isso mostra o tanto de luz branca "invisível" que entra por nossos olhos e como precisamos pensar sobre o tempo que passamos em frente às máquinas.

Luzes com tons amarelos ajudam nosso corpo a descansar. Por isso elas são recomendadas para o quarto em que você dorme.

Tem gente que usa óculos de lentes amarelas enganar o cérebro. Outros, usam um software chamado Flux no computador que, de acordo com o horário, vai "amarelando" sua tela. Eu uso e recomendo!


Ele também está disponível para Android. No iPhone, existe uma opção nativa que faz o mesmo, é o "Night Shift", que pode ser configurado em Ajustes > Tela e brilho > Night Shift.

Me mantendo longe das telas cerca de uma hora antes de dormir, já percebi que tenho dormido tão bem que acordo sozinho, próximo do horário que estou acostumado. Tenho descansado melhor.


E ao acordar? 


A gente tem tanta coisa para fazer na vida, que ficar mais tempo na cama lendo feeds intermináveis não é nada produtivo.

Não há nenhuma notificação ali que não possa aguardar você se levantar, espreguiçar, escovar os dentes, tomar café da manhã com calma, e aí sim, ver o que está acontecendo no mundo lá fora.

Eu tenho por hábito, ver todas as manhãs como foi o dia atual nos anos anteriores, com o app Timehop.



Com moderação, tudo fica bem


Um uso mais equilibrado do smartphone trará vários benefícios para seu corpo. Principalmente na nossa postura. Veja como nós dobramos o pescoço para usá-lo:


Além de cortar o fluxo de sangue para o cérebro e atrapalhar a respiração, imagine a longo prazo a dor de pescoço e aquelas doenças de postura que as pessoas mais velhas disputam umas com as outras para ver quem tem mais? O corpo faz um esforço danado para suportar nossas cabeças penduradas assim.

Eu tenho me vigiado para usar como essa mocinha feliz abaixo: bem a frente do rosto, apoiando o cotovelo no corpo, ou com o outro braço. Parece bobo hoje, mas o tempo cobrará caro! Temos que aprender com os mais experientes.


Até mesmo digitar no celular por muito tempo dá dores nas mãos. E no computador. E em todo lugar que você fizer movimentos repetitivos. Fique atento! Se tiver que digitar muito, é melhor ditar para o celular escrever por você. É mais simples do que parece!

No computador, um aplicativo que eu recomendo é o Workrave, para Windows e Linux. Ele monitora seu uso do computador, e de tempos em tempos, lhe recomenda fazer paradas, se alongar... É gratuito, não custa nada testar! Faça o download gratuito no site do desenvolvedor.


No smartphone, um app que uso para saber quanto tempo eu passo nele é o Moment, para iOS. Para Android, uma boa opção é o Qualitytime.

Uma vida equilibrada é sempre a melhor opção. Não deixe que a tecnologia se interfira na sua vida mais do que você permitir, como eu escrevi em outro artigo sobre casais que passam mais tempo no smartphone do que juntos ou pessoas que vão a shows incríveis mas assistem tudo pela tela do celular.

Utilize a tecnologia sempre a seu favor, sem ficar refém dela! Faça um bom uso dele, usando-o para ajuda-lo nas suas tarefas, e não apenas para se divertir. Seja mais produtivo!

Ah... e não se esqueça:


Tem alguma dica para nós? Não guarde apenas com você, compartilhe conosco nos comentários abaixo, e mande este link para um amigo!
Adriano Matos
Adriano Matos

Adriano é Engenheiro de Produção e produz conteúdo por aqui há mais de 15 anos. "Não sou inteligente: apenas tenho acesso à internet". Você pode segui-lo em seu Twitter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário