Muitas vezes precisamos estar em um lugar, mas com um olho em outro.

Pode ser cozinhando um bolo;

Cuidando do bebê dormindo em outro quarto;

Ao viajar e deixar a casa sozinha;

entre muitas outras situações que com certeza você pensou agora.

Miłosz Klinowski/Unsplash


Mas nem sempre é viável comprar uma câmera de segurança para fazer algo assim. 

Então, por que não aproveitar um celular antigo, que você já tem, e está largado em um gaveta, para lhe ajudar no dia a dia?

Seu celular antigo vai virar uma câmera de segurança monitorada pelo celular atual!


A dica que eu lhe dou hoje é o app AtHome, disponível para Android e iPhone.

Este app tem duas versões: Uma para instalar em qualquer celular velhinho, para ser a câmera, e a outra para você instalar no seu smartphone de uso diário.

Um vai transmitir a imagem capturada pela câmera para o outro, pela internet, usando o Wi-fi, 3G ou 4G. E de graça! Você pode estar em outro país, e acompanhando o que acontece na sua casa.

Assim, você poderá fazer como eu, sair de casa e ficar de olho nos seus cachorros.


E se eles começarem a rasgar o sofá... (!!!) você poderá chamar a atenção deles, segurando o botão "Hold to talk":



 e distraí-los até você chegar correndo em casa. 😓




Eu, que tenho cachorro que rasga até meu dinheiro, (mas não me deixa no prejuízo) acho útil demais esse app. Ele já rasgou nota de R$2, mas também uma de R$50!




Como fazer do celular uma câmera de segurança


Primeiro, baixe o app do ícone rosa para o seu smartphone onde você vai assistir as imagens. 



Depois, baixe o app do ícone azul para o celular que será a câmera:



Caso prefira, poderá usar um computador como câmera também.

Depois de criar seu cadastro gratuito, poderá ficar de olho em um lugar, enquanto estiver em outro. 

Você pode usar essa dica até mesmo para encontrar algo caído atrás de um móvel, ou para cuidar de pessoas idosas em outra casa.

Gostou desta dica? Como você vai usá-la? Conte para mim, nos comentários logo abaixo! Compartilhe esta dica nos seus grupos de WhatsApp! (Isso me ajudará a reformar o sofá...)

Deixe seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem