Resgatando músicas esquecidas no seu computador

Image courtesy of imagerymajestic / FreeDigitalPhotos.net
Hoje em dia é cada vez mais fácil termos muitos gigabytes de músicas no nosso bolso. Mas acabamos ouvindo sempre as mesmas.

Pra fugir das músicas de sempre e re-encontrar aquelas que gosto mas “esqueço” de ouvir, tenho usado playlists que organizam as músicas automaticamente pelo número de execuções, ou pela última vez que ela foi ouvida.

Dois exemplos de bons players de áudio que fazem isso é o iTunes e o MediaMonkey. No iTunes elas são chamadas de "listas inteligentes".  Veja neste link como criar uma. No MediaMonkey, elas são as "AutoPlaylists", e neste link explica como elas são feitas. Se você usa outro software, conte nos comentários.

Para começar, uma boa dica é criar uma playlist automática para procurar por músicas que nunca foram tocadas. As vezes a gente já até as ouviu em outro software, mas faz tanto tempo que ela vai ser filtrada por esta lista. A partir daí, você vai encontrar músicas que nem se lembrava mais ter. Muitas você vai até excluir.

Estas três colunas são muito úteis na hora de criar uma playlist automática !
Depois desta, eu faço playlists de uma, duas, três ou até cinco execuções, pois a cada reprodução, elas vão subindo de lista, é como se elas recebessem uma nota automaticamente  Quanto mais eu gosto da música, mais eu a ouço, mais reproduções ela tem. Se eu pular a música, ela não vai ter sua execução contabilizada, então ela não vai “subir nas minhas paradas de sucesso”. Com listas assim, você vai desenterrando muita coisa boa e vai re-encontrar músicas que você curtia muito no verão passado, a cinco, dez anos atrás, mas não ouvia, por ficar preso sempre às mais recentes !

É legal ter uma lista que procure por músicas que tenham sido executadas mais de 5 vezes (ou seja, músicas que você gosta bastante), e que sua última reprodução tenha sido nos últimos três meses. Você vai ter uma seleção de boas músicas para ouvir a qualquer momento, sem ter que ficar procurando por nada.

Exemplo de configuração de uma playlist automática (clique para ampliar)
Você também pode fazer o contrário : músicas com muitas reproduções mas que não são ouvidas a três meses. São aquelas que você ouviu muito durante um tempo e depois não voltou mais a ouvir.

No iTunes você pode criar uma lista de “omissões”, aquelas músicas que você pulou antes de terminar. Você poderá fazer aquela faxina nas músicas que você não faz idéia de por quê estão ali ocupando espaço.

Cada pessoa descobrirá quais parâmetros lhe atende melhor, mas acredito que com essas dicas você vai aproveitar muito mais a sua coleção musical. É resgatar aquela sensação de ouvir uma música que você gosta muito, de surpresa no rádio !

Algumas das minhas playlists automáticas
Com tudo organizado, ouvir música no seu player de mp3 ficará bem mais fácil e prazeroso  O iTunes atualiza o iPod/iPhone automaticamente  com suas listas automáticas, assim como vai registrando o número de reproduções. Para outros, você pode usar o resultado das listas para organizar seu pen drive, cartão de memória, ou até gravar cds com estas seleções. 

Para manter um histórico do meu gosto músical, gosto de usar a Last.fm, pois além de arquivar na nuvem aquilo que eu tenho ouvido e acompanhar o que meus amigos estão escutando, o site me apresenta novas músicas de acordo com o que eu já gosto. Se você tem um perfil lá, me adicione !

Leia também aqui no blog !
Livros para descobrir novas músicas
Como baixar músicas na internet
Lista de músicas para cada dia da semana
Lista de músicas com nomes de mulheres

Quais playlists você tem ? Compartilhe nos comentários !
Tecnologia do Blogger.