É isso que acontece quando o ConectCar não abre no pedágio


Alguma vez você já se perguntou o que acontece quando você se aproxima da cancela automática do pedágio, mas ela não abre?

Como sempre, essas coisas acabam acontecendo conosco uma vez na vida. Conto abaixo o que houve comigo quando fiz uma viagem de carro que passava por cerca de 10 pedágios, e em nenhum deles a cancela abriu como deveria.

Em meu carro, uso uma tag da ConectCar, que uma das suas maiores vantagens para mim é não ter que pagar mensalidade. Assim como um celular pré-pago, carregamos o tag com créditos, e pagamos uma taxa de serviço. Nada mais justo, afinal, o pessoal que trabalha lá também tem seus boletos para pagar.

Inclusive, para saber os valores de todos os pedágios que eu encontraria, utilizei um serviço gratuito que dei a dica neste post.



Comecei a usar o serviço em Fevereiro de 2016 sem problema algum. Era só entrar na pista da cabine automática a 40km/h e a cancela se levantava como em um passe de mágica. Ela funcionava muito bem também nos estacionamentos dos shoppings. Coisa mais linda.

Só que... porém, entretanto, não mais que toda via, fui fazer uma nova viagem de 650km e 10 pedágios pela frente em Agosto de 2017. Ao chegar no primeiro pedágio, me aproximei lentamente como de costume, mas a sirene tocou, o giroflex girou e a cancela não abriu.

O tag instalado atrás do retrovisor

Bate aquele desespero né? E se vem um caminhão "voando" e não consegue frear a tempo? Imediatamente acionei o pisca-alerta, olhei para trás e deixei engatada a primeira marcha. "Se vir alguém, vou sair da frente, passando por cima da cancela", logo pensei.

Felizmente isso não foi necessário. Sem descer do carro, ou fazer qualquer sinal, um funcionário da rodovia veio, com um tablet na mão, e logo foi até a cancela, a abrindo manualmente. Pude seguir a viagem normalmente.

Só que aí cheguei a outro pedágio, e a cena se repetiu. Pensei que havia sido algo pontual, mas isso ainda iria se repetir por várias vezes nesse dia.

Pelo menos, quando cheguei à Rodovia Presidente Dutra, a abertura era mais rápida: a sirene tocava, mas depois de uns 5 segundos parado na cancela, ela abria sem intervenção humana. Acredito que um operador acompanhava o tráfego por câmera de segurança à distância.

Em nenhum caso precisei descer do carro e pagar manualmente: Antes de abrir a cancela, os funcionários consultavam a placa do meu carro, e vendo que tinha créditos no ConectCar, era feito o desconto corretamente antes de me liberarem. Até agora não recebi nenhuma multa por evasão de pedágio 😅.

Era chegar aqui e pensar: Será que vai abrir?
Infelizmente não encontrei nenhum posto de apoio da empresa, e em todos os Postos Ipiranga que vendem a tag da ConectCar, ao procurar por um novo aparelho, fui informado que a meses eles não recebiam novas unidades.

E aí não teve jeito: fiz a viagem de volta da mesma forma: mais 650km e 10 pedágios a frente, ouvindo sirene e giroflex ligando, sempre atento se havia algum veículo vindo rapidamente em seguida.


Como foi a troca


Felizmente, cheguei sem problemas em casa, mas ainda preocupado com o que fazer com essa tag defeituosa. Imaginei que a empresa não ia querer trocar o aparelho defeituoso, pois assim são as empresas, mas tive uma grata surpresa.

Como não pretendia viajar em breve, deixei isso para depois. Não quis ligar na central de atendimento pelo mesmo motivo que tem todas as pessoas de bom coração: Ninguém gosta de ligar em centrais de atendimento.

Mas aí... um dia eu estava no Twitter, e entre os twitts, passou um da ConectCar, me lembrando do problema que eu estava adiando.

Como quem não queria nada, perguntei via mensagem direta (DM, a mensagem em particular) como era o procedimento de troca quando uma pessoa precisava trocar o tag por mal funcionamento. O atendente só perguntou meu CPF, confirmou meu endereço e disse que já estava mandando outra pra minha casa.

Simples assim.

Em poucos minutos, o atendente me mandou o código de rastreio dos correios, e em poucos dias, um novo tag estava comigo.


Aliás, a tag foi atualizada e virou um discreto adesivo preto!


Além de não chamar tanta atenção, como aquele trambolho branco, não tem peças internas para dar problema! Sensacional!

Deu um pouco de trabalho arrancar o aparelho antigo, mas enfim, ele saiu.

Após girar várias vezes para ambos os lados, as travinhas quebraram e o aparelho saiu. Menos o adesivo, que deu mais trabalho

Só sai quebrando!
Usei fio-dental para tentar destruir o adesivo, mas não deu tão certo, apesar de ter ajudado um pouco. Consegui após tentar girá-lo algumas vezes, até quebrar umas travas que haviam dentro.

Removido o antigo, foi só limpar bem a área, e adesivar a quatro dedos do topo do para-brisa, deixando-o à direita do retrovisor interno.


Ficou muito melhor! O adesivo fica até mais discreto que o novo adesivo da Sem Parar, que é branco e vazado.

Após colar o adesivo, não se esqueça de atualizar seu cadastro: no app existe a opção "Trocar TAG" Toque nela, e novamente em "Trocar TAG" para digitar o código que está no adesivo, e assim o cadastro identificar a nova etiqueta.

E já que essa tag não funciona mais... vamos abrir e descobrir o que tem dentro!

Aqui, nada abaixo da etiqueta

Uma simples placa com alguns componentes...
Encontrei uma bateria de 3v soldada à placa. E ao medir a voltagem atual... foi descoberto o problema. Simplesmente a bateria acabou!

Causa da morte: bateria fraca. A bateria de 3v tinha apenas 0,92v disponíveis...
Felizmente o novo adesivo não tem peças, não tem bateria... simplesmente não tem nada! Mas a embalagem logo avisa: Ao tentar retirar o adesivo, ele quebra e deixa de funcionar. E aí, só colocando um adesivo novo.

Dá pra ver na cola do adesivo umas "trilhas" como as placas de componentes
Se o seu tag Conectcar também parar de funcionar, você já sabe o que fazer! (Ou tente antecipar a troca... vai que cola?)


Tecnologia do Blogger.