Irei consultar o Google antes de causar o caos e a desordem !

"Endossando" a campanha levantada pelo Neto Cury, muitas vezes a gente recebe por email as mais loucas histórias. É de gente que teve câncer usando certo desodorante, é o "vírus do ursinho" que causou o caos nas ruas de Nova York, ou crianças que foram picadas por cobras nos brinquedos de parques de diversões... Enfim, só histórias absurdas, que dependendo de como for contada, pode até parecer verdade. O que pode não passar simplesmente de um boato.

E o caos e a desordem acaba se espalhando, tudo o que o inventor do boato queria.

E muitas empresas sérias acabam tendo sua imagem denegrida por pessoas que não sabem fazer um uso saudável do email, e fica inventando essas " lendas urbanas"

Então, antes de sair acreditando em qualquer coisa, primeiramente, dê uma pesquisada no Google.

Em uma rápida pesquisa, por exemplo, descobri que não perguntam mais nas propagandas das Casas Bahia "Quer pagar quanto ?". Não porque houve uma pessoa que foi comprar nas Casas Bahia, comprou cerca de R$50.000,00 em produtos, e na hora de pagar, disse que só queria pagar R$1.000,00, afinal, era quanto ele queria pagar. Eles não perguntam mais pois, conforme consta no site do Conar, Ao contrário do que sugere a afirmação, em momento algum o consumidor é capaz de influenciar no valor e forma de pagamento dos produtos.

Agora, uma forma bastante divertida de descobrir o que é e o que não é lenda, é o site Quatro Cantos, eles pesquisam e vão atrás da verdade das mais altas lendas urbanas. Tem até coisas que você acreditava que era verdade, que o site desmente.

Pior que esse site acabou com a graça de algumas das minhas histórias favoritas, como aquela que as canetas Bic são sondas espaciais, ou aquela dos espelhos de duas direções, que nos vestiários e nos quartos de moteís, o pessoal fica filmando por trás, ou ainda aquela que um mergulhador foi encontrado no meio de uma floresta em chamas...

Mas também tem muita coisa séria, como a primeira lenda que eu conheci na minha vida, a de que umas tatuagens em forma de uma estrela azul teria LSD e outras drogas impregnadas, ou aquela que uma criança teria sido picada por cobras em um McDonalds.

Até aquelas histórias mais sentimentais, como a da águia que se auto-mutila para uma renovação, ou as cartas que teriam sido ditadas por garotas a beira da morte, uma pelo vírus da aids, e outra por bebida alcóolica, também são lendas.

Então, antes de causar o caos e a desordem, enviando um email que parece ser algo sério, faça uma pesquisa antes.

E nunca mais acredite na história que "um menino cego de uma perna só da Etiópia receberá 0,02 centavos por cada email repassado !
Tecnologia do Blogger.