Tudo que é bom dura (muito) pouco

Geralmente quando eu viajo para São Paulo eu acabo falando aqui antes.
Dessa vez passou tão rápido, que nem deu tempo de falar que eu estava indo, e já voltei.

Fui lá para tirar o aparelho e para ir na festa de debutante da minha prima Suelen. Sim, sim. fui chamado para ser um daqueles 15 casais lá e coisa e tal.

Meu par foi minha amiguinha Karina Alves, que foi muito legal comigo e explicou tudo o que deveria ser feito, além de não ter pisado no meu pé. Agora, você me pergunta, quem que foi o principe dessa festa ? Lógico que tinha que ser gente da equipe Amt Online ! O Nego, que foi o principe da festa ! hehehe... Tudo ocorreu dentro dos conformes, não pisei no pé de ninguém, ninguém pisou no meu... Só alegria.

Após toda aquela burocracia de entrega vela aqui, acende vela ali, apaga vela acolá e dança valsa alí, fui aprender uns passos de dança com minha amiguinha Monica, que me ensiou vários passos novos. O chato que ela teve que ir embora cedo, mas ainda deu pra zuar um pouco com a galera, fazendo montinho, empurrando, jogando pro alto, enfim, todas as brincadeiras de garotos que possam machucar. Machuca, mas é divertido. O que é bom não pode ser ruim.

Outra coisa que foi muito boa na festa foi ter encontrado novamente com meu amigo de escola, o Junior, que eu conheço desde a Segunda Série, e estudamos juntos a Quinta e a Sexta série. Depois que me mudei, perdi contato com ele, mas graças a uma busca no Google, e outra no ICQ, ele conseguiu meu telefone e nos reencontramos na festa.

Com a festa acabando as 5h, o Domingo só foi começar após o meio-dia. E em um piscar de ohos, já era hora de estar novamente na Rodoviária do Tietê, de volta para Roça City.

Fazer o que né ?
Adriano Matos
Adriano Matos

Não sou inteligente. Apenas tenho acesso à internet!

Nenhum comentário:

Postar um comentário